Hidrocele


 
            HIDROCELE
A hidrocele pode ser de nascença ou adquirida, caracteriza-se pela presença de líquido em maior quantidade dentro do escroto e pode ser unilateral ou bilateral. Acomete com maior frequência aos bebês e em adultos acima de 45 anos.
Nos recém-nascidos, a maioria resolve espontaneamente em 12 meses (fechamento espontâneo da comunicação). Foi o caso do meu filho, quando nasceu foi detectado a hidrocele e já no 2º mês já tinha resolvido, mas caso não tivesse resolvido, ou se não houvesse progressão do volume ou até mesmo a presença de hérnia associada, o tratamento seria cirúrgico, geralmente é feita na região inguinal.






Quando dentro da barriga os testículos do menino situam-se no abdômen mais precisamente numa região chamada retroperitônio, conforme o bebê cresce os testículos migram para saco escrotal. À medida que vai descendo carregam camadas peritônio (camada que reveste o abdômen), essa camada contém líquido (1 a 3 ml) que serve para lubrificar o testículo deixando-o móvel dentro do escroto.

Quando o trajeto percorrido pelo testículo não se fecha na hora certa, forma-se um acúmulo maior de líquido em torno do testículo proveniente da cavidade abdominal, a hidrocele. Além delas por esse mesmo canal entre abdômen e escroto podem também passar vísceras (intestino), formando uma hérnia.

O diagnóstico é feito através de um exame clínico realizado pelo médico, nota-se um aumento não doloroso (mas muitas vezes desconfortável) do escroto uni ou bilateralmente. No exame físico, percebe-se o aumento do volume do escroto impedindo a individualização do testículo, o que pode ser facilmente visto com uma lanterna e em ambiente escuro, para verificar se o aumento de tamanho é devido à presença de conteúdo líquido ou sólido.

Em caso dúvidas no diagnóstico é solicitada uma ecografia escrotal, ou uma ultrassonografia.
 

3 comentários:

  1. Oi, meu filhote tem hidrocele, foi descoberto qndo estava com 7 meses, ate então nunca tinha ouvido falar disso. A dele até agora com 10 meses ainda não melhorou :-\ mas tenho fé em Deus q vai dar td certo!
    Bjs
    www.historiasdeumamaeapaixonada.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Michele, tenho certeza que seu filhote vai melhorar em breve!!!
    Sabe nos mulheres conhecemos muito o nosso orgão genital e pouco dos meninos, então quando temos filhos homens surgem estes temas pouco falados, por isso resolvi descrever aqui alguns que o meu filho passou e outros que estou pesquisando, espero poder ajudar outras mamães assim.
    Forte abraço, gostei de te ver por aqui apareça sempre!
    Beijos Mãe de moleque

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.