Qual foi a sua nota para esse primeiro mês de aula?

Tem sempre aquela ansiedade de como vai ser tudo principalmente no ensino fundamental, no início da alfabetização.
Minha impressão ainda é aquela que falam muito do projeto pedagógico e pouco de cada criança e que os professores parecem não ter autonomia dentro da sua própria sala de aula.
Queria mais encantadores do que professores, mas esta é uma primeira impressão minha.
 
Nossa colunista fala sobre a influência da primeira impressão da escola. 

Escola – a influência da sua primeira impressão
 
 
Uma boa impressão de alguém, de alguma coisa ou de algum lugar “abre portas”, cria boas expectativas, transmite mais segurança, seriedade, admiração e deslumbramento. É claro que o elemento que causará tudo isso deve vir recheado de uma boa aparência, boas informações, simpatia, boa reputação, bons exemplos, boa formação cultural, ampla visão de mundo, bom humor, um bom projeto de trabalho, e uma boa preparação para receber alunos e pais, etc;  
A Escola já foi uma grande fonte de informação e de boa imagem; entretanto, hoje, com os avanços da tecnologia, televisão, internet; infelizmente, não está conseguindo, em parte, abranger o intento das crianças, jovens e adultos.
            É sabido pelo velho ditado que “A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA”. E de acordo com Estudos e pesquisas de duas universidades americanas publicados no Journal of Social and Personal Relationships, “ao conhecer uma nova pessoa, em apenas 3 minutos, um indivíduo decide que tipo de relacionamento terá com um novo conhecido”. Com certeza, uma instituição também pode ser avaliada em um dia, uma semana ou duas semanas de trabalho ou estudos. A primeira impressão é uma leitura imediata, isto é, o que conseguimos captar/ fazer uma avaliação não muito rigorosa do que aquela pessoa ou instituição seja.
          O primeiro dia de aula é um dia marcante na vida de qualquer criança, adolescente, e por que não dizer de qualquer família. Porque a ansiedade, a espera por esse dia não é só do novo aluno, mas da nova família. É neste dia que a criança ou o adolescente e a família colocam suas primeiras impressões, perspectivas, que podem ser favoráveis ou ruins. Por isso, os professores devem, desde o início do ano letivo, envolver e estimular os alunos a se interagirem no processo de aprendizagem, tomando consciência do percurso a efetuar, das aprendizagens que terão que realizar, seja sob a forma de objetivos de conteúdos ou de uma rotina equilibrada de propostas de trabalhos.  
 
O sucesso na educação é decorrente, portanto, de uma construção que acontece todos os dias, no processo de ensino-aprendizagem, e que exige determinação, objetivos criteriosamente definidos, incentivo e participação constante dos alunos a projetos instigantes que relacionem os temas trabalhados a realidade e a conhecimentos previamente adquiridos pelos estudantes (tanto na escola quanto nas atividades extracurriculares.
O papel do professor, da escola, nesses primeiros dias, é primordial. O primeiro dia ou o primeiro mês de aula pode refletir em todos os outros que vão sucedê-lo. Para o professor também não é diferente, por isso, deve ter como princípio preparar muito bem o começo. Se o começo vai bem, tem 50% de chances de dar certo, o ano todo. É claro, que não basta passar uma boa impressão e não mantê-la.    
Um bom começo é fundamental em qualquer relacionamento, em qualquer lugar. Por ser um tempo novo. No início, é a ocasião certa para criar uma forte cultura escolar. É tempo de esperança, de convicção de que tudo vai dar certo! É tempo de acreditar!  É tempo de inovar, motivar e ser proativo! É tempo de acelerar. Se o professor não acelerar, não conseguirá estabelecer um bom ritmo, e mantê-lo até o fim. É como nos exercícios físicos e atividades esportivas, é preciso que haja aquecimento, preparação do corpo e da mente para gerar incentivo aos estudos, sejam em pesquisas, leituras, projetos, etc.. Esse aquecimento visa obter o estado ideal psíquico e físico, para reforçar bases, prevenir a desmotivação, a preguiça e a falta de seriedade, etc. Contudo, é preciso saber respeitar o ritmo de aprendizagem de cada um.
Os alunos percebem, desde os primeiros dias de aula, a seriedade da proposta de cada professor e, a partir da prática de sala de aula, vão avaliando a sua postura, a sua linguagem, a sua formação e receptividade com eles próprios; por isso, aos olhos dos educandos, os professores também são avaliados. Dessa forma, os alunos também são avaliados, neste primeiro momento. Por isso, é importante que os alunos exponham o que sabem e mantenham um bom ritmo. Os pais devem contribuir, ajudando seus filhos, nesta fase, para conseguirem manter um bom ritmo, o hábito de fazer todos os trabalhos, estudos e atividades em tempo hábil, todos os dias.
 É importante também que vocês, pais, aplaudam e reconheçam os méritos alheios dos professores e filhos. Participem de reuniões, deem opiniões em projetos vitoriosos para reforçar suas bases. Vocês também estão sendo avaliados; portanto, mostrem que estão atentos a tudo; desse modo, tenho certeza de que os professores, todos da escola, serão motivados a desenvolver um trabalho, cada dia, melhor.  Assim, como o provérbio chinês: “Diz- me e eu esquecerei / ensina-me e eu lembrar-me-ei /envolve e eu aprenderei”.
 
                                                                Abraços  Professora +Nilva Moraes Ferreira 
            

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...