Férias, natais e finais de anos...

Este ano foi uma grata surpresa para mim em amizades, com algumas me decepcionei e teve outras como a Dalila que veio aqui pra me ensinar tanto, tanto esse ano que só tenho a dizer obrigada por sua presença e da sua família na minha vida.
E meu desejo a todos os amigos um Ano realmente Novo, com sonhos realizáveis, com mais amor e alegria que no final é isso que realmente importa o que levamos dentro do coração!!!
Bjs
 
 
 
Um poeta disse que a ideia de fatiar o tempo em "anos" foi genial, porque assim conseguimos aliviar o cansaço e renovar as forças para tocar a vida adiante. Por isso é importante toda essa preparação, essa comemoração... Ajuda mesmo a pensar, a mudar, a renovar.
Mas quem tem um autista em casa sabe que tudo isso também pode resultar em momentos tensos e exaustivos.


Nós, por exemplo, mudamos radicalmente a rotina da família inteira desde o início de dezembro, quando as crianças entraram de férias. Viajamos no dia seguinte.
Um dia inteiro de viagem até chegar na casa do vovô e da vovó, onde ficamos por 2 a 3 semanas. Apesar de ser um ambiente ótimo e que as crianças adoram, meu moleque sentiu que algo estava diferente e passou alguns dias sem comer direito e o humor levemente irritado. Em compensação, se encantou com as luzes e brilhos do natal, reconhece à distância, qualquer rabisco que lembre um "Papai Niel" e já fica feliz quando recebe um "pesente".

Mas presente mesmo fui em que recebi quando, parados no sinal, ele falou cada uma das letras de "churrascaria", tudo certinho, sem ninguém pedir. Eu não imaginava que ele já sabia tantas letras...


Arquivo pessoal
Depois do natal pegamos estrada rumo ao litoral, para curtir a virada de frente pro mar. Levamos os sentidos dele à exaustão: muito tempo no carro, ele muitíssimo irritado, gritou e chorou o tempo quase todo, até, finalmente, dormir.


Depois de ver o mar e se encantar com isso, aí sim ele começou a se acalmar e voltar a ser o menino doce e sapeca de sempre. E eu pude, finalmente, sorrir. Sim, porque quando ele está irritado eu me sinto péssima. Meu psicológico vira um ringue onde lutam a vontade de sumir e o peso na consciência por não ser tão paciente quanto é necessário...
 


Lidar com essas situações é muito delicado, exige muita paciência e preparo emocional. Porque tem momentos que eu não consigo distinguir se é birra ou uma pane sensorial. E aí? Faz o que? Vem aquele medo de não fazer a coisa certa e se tornar uma "mãe de merda", porque é assim que a gente se sente.

Arquivo pessoal
Arquivo pessoal


Mas aí, tem aquela ideia de gênio, e o ano finalmente acaba.
É chegada a hora de fazer um balanço  anual de emoções, de conquistas e de fracassos. E, embora as coisas não estejam terminando como planejei, 2014 foi um ano maravilhoso!!! Foi o ano em que Pedrinho falou as primeiras palavras, foi quando assoprou as velas, quando começou a cumprimentar as pessoas e abraça-las, foi quando parou de se jogar no chão e começou a dizer "não"; foi o ano de abandonar a chupeta e dormir sozinho na cama, sozinho e sem fraldas!


Foram tantos passos! Realizamos grandes coisas!


Para 2015, meu desejo é que toda essa marcha continue. E minha meta pessoal é ser mais paciente e ter um pouco de independência.
Então, no nosso próximo encontro eu te conto como foi parar de trabalhar (deixar de ser independente) e tudo o que aconteceu por causa disso!

Mais uma vez, obrigada por nos acompanhar! Desejo que em 2015 você consiga realizar muita coisa boa!!!!

Um beijo!!!

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Olá Dalila, tudo bem. Tenho certeza que foi um ano de grandes conquistas. Parabéns pelas vitórias que alcançaram juntos...
    E apesar de vc se achar impaciente, sabia que não é... Todas nós temos nossos momentos maus, e não podemos ser sempre 100% boas, calmas e pacientes... Mas achei lindo seu desejo, porque acredite ou não, é o meu também... Quero para 2015, ter mais paciência, mais moderação nas palavras e ensinamentos, mais controle emocional, menos stress, etc...
    Desejo um ano maravilhoso para vc e toda a família...
    Bjs
    Ju
    http://www.maesemfronteiras.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, gostei muito do seu post, ao mesmo tempo que demonstrou o imenso amor de mãe apresentou também suas fraquezas e o desejo de vencê-las para dar o melhor para seu filho. Parabéns, muito lindo...
    Que o ano de 2015 seja maravilhoso e repleto de conquistas...estou te seguindo!! se quiser me conhecer melhor segue o link do meu blog.

    Bjins da Lidi

    http://blogdalidianaleite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...