Faça sua estrela brilhar. Tente! Experimente!

Olá pessoal!

E ai como foram as férias?

Aqui foi uma delicia, nos próximos posts vamos falar sobre isso, mas hoje trago este texto literalmente brilhante da nossa colunista em educação Professora Nilva, que nos convida a uma nova reflexão ... como sermos mais humanos!!!!
Bjs  gentem
 
 
 
Faça este ano ser diferente! Faça o mundo mais humano!

Logo que termina as festas de final de ano, é chegado o momento de um novo ano começar. A poucos dias, as férias terminam! Começam as aulas. Começa mais um ano de trabalho! De rotina. Há pessoas que acham que tudo vai ser igual. “Todo ano é a mesma coisa! Entra ano e sai ano!” Mas eu não. Eu acreditava e acredito como Tiago de Melo, grande escritor, que o caminho não é mesmo novo, o que temos de novo é um novo jeito de caminhar.

Assim, a cada virada de ano, penso em mudar muitas coisas, reavalio a vida e faço promessas… Muitas promessas!

Dentre as intenções de preservar a saúde - com dieta, exercício, alimentação saudável; estão: fazer economia, passar menos horas à frente do computador, continuar escrevendo o livro, que já comecei; ir à igreja aos domingos ou pelo menos um dia da semana; procurar ler mais, fazer um trabalho voluntário. Manter em mente o firme propósito de fazer o bem, convivendo melhor com as pessoas; como disse uma amiga, “procurando cumprir com perfeição todas as minhas obrigações e promessas; lidando com humildade com as pessoas que me rodeiam, vivendo com simplicidade, e ocupando meus pensamentos com coisas mais úteis e agradáveis, e é claro, na presença de DEUS”.

Vou tentar... Vou fazer o possível ... Vou tentar me libertar um pouco da minha vaidade, de minhas preocupações e da minha indolência...

Assim, também, disse Drummond de Andrade :

“Para você ganhar belíssimo Ano Novo
da cor da sua paz
não precisa fazer lista de boas intenções
você precisa fazê-lo novo
Tente
Experimente
Consciente
É dentro de você que o Ano Novo cochila
e espera desde sempre”.

É verdade, não basta fazermos promessas para o novo ano, se não nos despertarmos para “fazê-lo novo”, através de “um novo jeito de caminhar”, porque como disse Drummond, um belíssimo ano nos espera, desde sempre. E é dentro de cada um de nós que ele cochila, esperando por nós. E sempre é tempo. Tempo de mudar, de fazer o que deseja. O passado ficou. “O futuro a Deus pertence.” E agora? Agora, precisamos dar atenção ao presente. Tendo cuidado ou nos “policiando”, de certa forma, com nosso comportamento, com as nossas ações e reações, com o nosso humor, com nossas emoções, medos e desejos. De forma que saibamos escolher novas coisas para aprender a ser e fazer. O respeito e o modo de lidar com o próximo e o cultivo dos bons hábitos, tanto de vida pessoal quanto de convivência, são as bases para o aperfeiçoamento de uma pessoa. De um novo estilo de vida. Assim também, para a edificação de um novo ano. Um ano melhor. Só através de atitudes simples, mas que nem sempre são colocadas em práticas, que podemos “fazê-lo novo”. Diferente de todos os anos que já vimos passar.

 

Não basta culparmos o ritmo acelerado dessa nossa vida moderna, que nos deixa quase que meio mecânicos, robotizados. Não basta denunciar seus pais pela educação que recebera. Não basta acusar o tempo que você não tem, que só dá para curtir! Não tendo tempo para conversar com um amigo, visitar um parente, fazer nem que seja um comentário mais longo.  Não substitua a comunicação corpo a corpo pela virtual. O tempo, como dizia a minha mãe, é a gente que faz. E podemos fazê-lo maior e melhor, basta querermos. E começarmos a fazer aos outros, o que gostaríamos que as pessoas fizessem para nós.

 

Entendendo, acima de tudo, que se queremos nos comunicar/conviver melhor com as pessoas, teremos que ser mais tolerantes, educados, ponderados. Mais humildes! Que estejamos abertos ao diálogo, também, com pessoas estranhas, não as encarando como adversárias, porque nem todas são; muitas podem nos trazer informações úteis. Puxando conversa no elevador, na padaria, no supermercado, em qualquer lugar; fazendo novos amigos. Conversando também com aquele (a) colega que não conversamos muito, que não tivemos tempo de conhecê-lo/la melhor. Tudo é uma questão de mudar o nosso olhar. Que conversemos com a nossa funcionária/nosso porteiro como conversamos com os nossos amigos/ colegas de trabalho ou com a família. “Todo ser humano” merece ser tratado com atenção, respeito e carinho. Não é a toa que o velho e sábio ditado de fazermos aos outros, o que desejamos para nós mesmos, é uma conduta poderosa, que poderia literalmente mudar o mundo.

 
Imagem Pinteret Love it

É verdade que as pessoas são diferentes. Ninguém é igual.  Existem pessoas que tem um dom especial de cativar as pessoas, mais do que as outras. São carismáticas. São agradáveis, cordiais, com todas as pessoas que estão ao seu redor. Parece estarem, sempre, de bem com a vida, felizes, e isso nos transmite uma energia positiva, atraindo/ entusiasmando/ fascinando/ arrastando/puxando as pessoas para mais perto delas, por onde passam. Os Católicos dizem que são dons especiais do Espírito Santo. “Uma força que faz atrair e fascinar os espíritos. A pessoa não possui um carisma. É possuída por ele”.

 

Mas, segundo Leonardo Boff, teólogo e escritor, “todos nós temos essa força “cósmica” de presença e de atração. Todos nós carregamos algo das estrelas de onde viemos. E todos nós podemos brilhar”.  Então, vamos fazer brilhar esta luz. De uma forma ou de outra, somos carismáticos. Segundo o escritor citado, o pensador cubano dos mais argutos da América Latina, José Marti, bem dizia: ”Há seres humanos que são como as estrelas: geram sua própria luz, enquanto outros refletem o brilho que recebem delas. Alguns são como o sol, outros como a Lua”. Todos - ou têm luz própria ou refletida. Em fim, todos têm sua luz para brilhar. Basta aprender fazê-la brilhar.

 

E, no começo do ano, não sei se pelo espírito natalino que invade nossas vidas de um sentimento diferente. Mais humano. Mais fraterno. Ficamos imbuídos de mais fé, esperança e disposição para fazer mudanças, principalmente, pessoais; que julguemos necessárias. É importante que façamos as nossas reflexões e auto avaliações, e cheguemos à conclusão de quais mudanças, precisamos fazer. Mas sem nos autocondenar, exageradamente. O grande desafio do ser humano, como disse o padre Fábio de Melo, é modificar-se, transformar-se, atualizar-se, alterar-se positivamente. Todo ser humano carece de transformações, todos os dias. Não podemos descuidar. Pode ser na área pessoal, familiar – como pais/mães/filhos, ou conjugal.


Imagem Pinterest Love is
 

Portanto, só depende de nós. É fácil? Claro que não. Mas podemos tentar nos aperfeiçoar/fazer o possível. Tentando ser mais positivo (a), mostrando mais interesse tanto pela sua vida quanto pela vida dos outros. Tendo mais paciência ao ouvir as pessoas - seus problemas, suas opiniões, suas histórias. Procurando saber sobre a vida das pessoas, que tornaremos mais interessantes, mais amigos, mais fraternos. Todos têm o direito de receber o mesmo tratamento. Quem não gostaria de ser sempre bem tratado (a)? Desse modo, tenho certeza, que teremos um ano mais fraterno, mais feliz. Um mundo mais humano!
 

 

Bom Ano! Fique atento (a)! Cuide de você. Cuide das pessoas.

 

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Amei seu post, suas palavras.
    Acho a palavra de ordem é doação, paciência, amor ao próximo...
    É tão bom amar, ser amigo, carismático, se doar muitas vezes apenas em ouvir o próximo...
    Pena que o tempo de muitas pessoas é composto por apenas o dinheiro, interesses, trocas de favores...
    Poucas são as pessoas, que se aproximam sem interesse, sem segundas intenções, sem apenas buscar informações ou manter suas competições pessoais vivas...
    Aaaa o amor, a entrega, os cuidados e carinhos que todos desejam, mas poucos querem dar... Ou doar...
    Amei suas palavras e que elas virem realidade aos que puderem ler...
    Bjs
    Ju
    http://www.maesemfronteiras.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida a minha colunista é show mesmo sempre viajo nas palavras dela <3

      Excluir
  2. O fim de ano nos trás bons sentimentos
    também acredito que o aumento da fé e
    um convívio mais fraternal
    e novas expectativas
    que possamos dá aqui que queremos receber

    Linda Noite
    beijokas da Nanda

    Mamãe de Duas
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Nanda pelo sua presença constante aqui. Bjs <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...