O Segredo da Vibração Positiva – uma questão de linguagem,


 
Olá pessoal!
 
Como eu curto textos assim, fala sério!!!!
"Pense positivo, isso pode alterar seu dia e até sua vida."
Pense nisso!
 
 

O Segredo da Vibração Positiva – uma questão de linguagem, passos e técnicas que podem ajudar em nosso proveito.

 Hoje, talvez mais do que há algum tempo, um grande número de pessoas se volta para o poder da mente, do pensamento; lendo/pesquisando/fazendo análises/terapias com o intuito de fazer as coisas acontecerem/acertarem na própria vida. Como se fosse um passe de mágica - “seu humor e estado de espírito são como uma estação de rádio - o que você sintoniza, é o que você vai jogar!” Com esse objetivo, utiliza-se até de técnicas de como alterar/superar anseios e melhorar a sinergia da atração e comunicação entre as pessoas, fazendo com que pare de atrair o que não quer e comece a atrair o que deseja. Isto é, ter boas energias em seu proveito.  

Mas afinal, de onde vem mesmo essa energia - essa força que faz vibrar e atrair outras energias e vibrações semelhantes? Segundo Michael J. Losier, autor do livro que estou lendo – “A Lei da atração / o Segredo colocado em prática”, dependendo do tipo de sentimentos e pensamentos que temos, podemos atrair melhores resultados. “Se estamos mais focados no desânimo, no medo, na falta de sorte, iremos atrair acontecimentos na mesma energia desses sentimentos. Por outro lado, se procurarmos manter a alegria, a confiança, o otimismo e a gratidão pelo que já temos de bom, iremos atrair uma realidade que vibra na mesma frequência”.  

Nada muito diferente do que já sabemos e ouvimos de nossos pais e repassamos, sempre, para nossos filhos, não é mesmo? “Vai, filho (a), levante a cabeça, lave esse rosto, desligue essa televisão/esse computador/esse celular e vai estudar. Coragem! Concentre no que está fazendo! Tenha pensamento positivo! Se você fizer um esforço vai conseguir. Palavras que soam ainda na minha mente, ouvindo minha mãe dizer para mim e meus irmãos mais novos. Agindo, assim, até inconscientemente, ela, com certeza, acreditava que podia e pode reprogramar nossa vibração, neutralizando os efeitos nocivos da preguiça/da indisposição/do desânimo e negativismo.  

Segundo Losier, o segredo de atração consciente é um processo de três passos. O 1º passo é identificar o que deseja, através de duas listas feitas por você do que gosta e do que não gosta; 2º passo é dar atenção ao que deseja, acreditando, focando, preparando, e o 3º passo é permitir que o desejo aconteça, eliminando qualquer dúvida, qualquer crença limitadora/qualquer oposição. O seu desejo/esperança/fé só manifestará e realizará quando a sua resistência for removida. Isto é, mais resumidamente, você só realizará o seu desejo quando você aprender a identificar o que realmente quer e o que não quer, e quando já estiver definido completamente o que deseja. Por exemplo: se for seu desejo passar em um concurso, primeiramente, você precisa identificar o que não quer e o que quer/gosta/ decidir, realmente, e estudar. Preparar para tal até conseguir realizar. Assim é tudo. E sempre dizer: ”Estou em processo de conseguir o que desejo”. Estar com pensamento positivo e agir.

Não importa o que esteja acontecendo - não importa o quão preocupado (a) ou irritado (a) ou frustrado (a) ou desanimado (a) você esteja, ou que vibração estava emitindo há uma semana, há um mês ou há trinta anos; a lei da atração, segundo o autor, responde a vibração que você está emitindo agora. Então, você pode reprogramar a sua vibração, que acredita não estar boa, através desses passos. Adotando uma abordagem mais otimista com relação às situações vividas, no dia a dia; registrando ou falando de todos os seus sucessos por menores que sejam. Evitando reclamar, criticar, se culpar/ou culpar os outros. Sendo mais educado (a) e gentil com todo mundo. Sabendo apreciar e ser grato por tudo de bom que já aconteceu na sua vida e que tem ao seu redor. E o mais importante, aprendendo a controlar mais os seus pensamentos, e consequentemente o quê você fala e como fala com as pessoas de seu convívio ou não.  


Em suma: segundo Losier, pela simples escolha de palavras diferentes, você pode reprogramar a sua vibração e os pensamentos que está formulando. Uma vez que, antes de expressarmos, sentimos e pensamos. E por toda parte usamos as palavras. É falando, escrevendo, ouvindo, lendo, digitando, pensando, etc. E a palavra como dizia um velho colega professor – “A palavra tem poder”. Umas podem ter vibrações mais positivas do que as outras. Por exemplo, hoje, para dar uma ordem ou pronunciarmos a palavra “Não”, para não ser grosseiro (a) e autoritário (a), pensamos bem antes de dizê-la.  Muitas vezes é preferível usar a linguagem afirmativa, pois, é mais cortês, sucinta e podemos obter melhores resultados.


Assim, também afirmou Maria Helena Lorentz, trainer em Programação Neurolinguística, “a linguagem tem por objetivo a comunicação entre os seres humanos, portanto quanto mais precisa for a linguagem, melhor será o resultado de nossa comunicação. O que é a palavra não? Uma abstração. O "não", por si só, não diz nada, logo o cérebro se fixa no que vem depois do "não"”. É muito comum encontrarmos em muitos prédios frases como esta: "Em caso de incêndio não use o elevador”. Essa comunicação seria muito mais clara e direta, se dissesse o que fazer – “Em caso de incêndio use a escada”.

Veja outros casos:

“Não fique aborrecido”. É um pedido que leva a pessoa a lembrar do que causa aborrecimentos. Seria melhor dizer: “Pense em algo agradável”, assim, a pessoa irá pensar em algo que lhe seja bom.
 “Meu filho, não mexa nisso”. É uma ordem que pode deixá-lo nervoso. Melhor seria dizer: “Meu filho, mexa e brinque com isso ou com aquilo”. Desse modo você lhe daria outras opções. 

“Se beber álcool, não dirija”. Em vez de dar uma ordem, seria melhor dar outra opção – “Se beber álcool chame um táxi”. 
“Não suba na cadeira”. Fica melhor: “Por favor, sente na cadeira”
“Não pise na grama”. “Use os passeios para caminhar.”

 Do mesmo modo, Loiser também incentiva pais e professores ensinarem às crianças a lei da atração, através do diálogo, jogos ou mesmo de listas em que elas relatam situações em que deixam as mesmas ou outras pessoas de sua convivência de “mau humor” (expressão usada pelo autor ao falar com as crianças, em vez de vibração negativa). Fazendo com que elas adotem nova postura/nova vibração positiva / novo jeito de falar, usando a linguagem a seu favor, sem usar a palavra “não”. Escrevendo/listando o que não querem e depois o que realmente gostariam de fazer. Por exemplo: Ao invés de dizer - “Não” quero fazer o dever quando chegar em casa (frase negativa), dizer - Quero ver um pouco de TV antes de fazer o dever de casa (frase positiva). Assim elas aprendem a noção de transformação de suas vibrações negativas em positivas, através da redução do número de vezes em que usam a palavra não.   

Portanto, boas energias para cada um de vocês. Tenha um bom dia! Pense nisso e nisto! Tiago: 1.19. “Assim, meus queridos irmãos, tende estes princípios em mente: Toda pessoa deve estar pronta para ouvir, mas tardio para falar e lento para se irar. 20. Porque a ira do ser humano não é capaz de produzir a justiça de Deus.” Tudo isso pode fazer gerar um fluxo constante de positividade em você, que ninguém/ nada possa fraquejar as suas forças de lutar e seguir o seu caminho, com seus sonhos e concretizações.  Você é capaz! Você pode escolher o que quer ser.


 Beijos

 

 

 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.