Ortodese Lombar

Oi pessoal

No post anterior prometi falar sobre a cirurgia de coluna do meu esposo.

Ele já reclamava de dor lombar, mas achávamos que por estar acima do peso fosse o problema, até mesmo o colchão.

Até que em um final de semana, ele começou a sentir muita dor ao andar. Fomos numa clinica próxima e o médico falou ...Ixi tá feito o negócio aqui...e pediu ressonância, deu medicação e fomos pra casa.

Nada da dor passar, já não conseguia dirigir e se mantinha pouco de pé. Medicação na veia, tentativa de ir trabalhar...mas não dava pra sair da cama.


Até que fomos procurar um especialista em coluna e na hora que disse em fazer a cirurgia seria a salvação e tudo voltaria quase a "normalidade".

Do pedido de autorização ao plano médico e realização da cirurgia passou-se um mês, sem conseguir sair da cama e realizar coisas básicas como tomar banho sozinho.

E procurando na internet sobre a cirurgia, quase desistimos, tamanho o desespero das pessoas, a dor da cirurgia parecia pior que a dor de não fazer, foi desesperador...mas confiamos no médico e decidimos arriscar.

Marido é hipertenso, tem dois stents , tivemos que ter a autorização do cardiologista, que já tinha avisado que queria monitoração na UTI assim que saísse da cirurgia.

A cirurgia aconteceu dia 20 de junho, durou 7 horas, saiu e ficou na recuperação, desceu pra UTI no final do dia, desceu amarrado...segundo os enfermeiros pq queria se levantar rsrs

Conversei com ele, foi se acalmando e soltaram minha fera rsrs, ele queria testar logo, queria andar. O médico dele chegou no outro dia, ele estava ótimo falante e pedindo pra sair da UTI pq queria ir para o quarto e poder receber a visita das crianças...tá bom então me mostra que esta bem e vamos levantar.

Levantou, deu uns passos pra frente e pra trás rsrs, o médico tá bom, vi que esta bem, mas vou manter vc aqui mais 2 dias por precaução, aqui a monitoração é melhor.

Pra dor deixou ele a vontade com medição 100 vezes mais forte que a morfina... constante e com um plus de hora em hora que poderia apertar, então dor mesmo ele sentiu em casa rsrs

No primeiro dia na UTI já ficava algumas horas sentado e fez fisio duas vezes por dia, estava com o dreno e monitorado o tempo todo, no terceiro dia foi para o quarto.

Ai pode tomar banho, receber visita das crianças, dos amigos e família...

Chegou em casa no quinto dia, nos primeiros quinze dias doeu bastante, mesmo tomando morfina, mas gradativamente a dor foi indo embora, vez ou outra, qdo sente que abusou, toma remédio, mas cada dia depende menos de medicamentos fortes.

Aqui conto um  pouquinho foi...


Logo após a cirurgia ainda na UTI os primeiros passos









Hoje depois de uma volta parcial com 30 dias de cirurgia, ele voltou a trabalhar em tempo integral, dirige, mas com algumas restrições, não pode fazer exercícios ainda...e carregar coisas pesadas. Sente dor quando se inclina pra frente, perda de força nas pernas, mas nada se compara ao sofrimento antes da cirurgia.

Se esta sofrendo, tem cirurgia marcada?

 Está com receio e quiser conversar conosco, só comentar e respondemos em breve, foi pra ajudar quem passa por isso este post.

Bjs
Elaine









Nenhum comentário:

Deixe seu recado, ficaremos felizes em responder

Tecnologia do Blogger.