Feliz dia das mães !!!

Oi especial para todas as mamães!

Neste dia especial, nada melhor que um texto emocionante de uma mãe pra lá de especial!!!!

Feliz Dia das Mães <3
Dali e o Pedrinho






Todo bom virginiano sabe o quanto é difícil viver a vida quando tudo em redor não está sob seu controle. Não que eu seja controladora, mas sempre gostei de saber com antecedência TUDO o que estava por acontecer, isso me deixa calma, me faz sentir segura.
Quando fiquei grávida pela primeira vez, queria fazer tudo certinho: acompanhava o desenvolvimento do bebê semana a semana, colocava para ouvir música na barriga quando seus ouvidinhos já conseguiam ouvir, lia histórias, tratava "minha barriga" com todo amor e carinho e sonhava com o momento da chegada do meu grande presente! Eu sonhava em ouvi-lo me chamar de mãe.


www.maedemoleque.com

Esta foto representa tudo o que ela passa pra mim...uma mãezona

Aí Pedrinho nasceu! Pequenino, magrinho (baixo peso), não conseguia mamar no peito (porque meu mamilo fez questão de ficar enterrado, bem fundão! Afffff)... e todos aqueles sonhos coloridos e fofos tiveram que dar passagem à vida real de uma mãe. Não, ainda não havia uma mãe ali; havia uma mulher que, de repente, não podia mais viver a própria vida, tinha que viver para aquele ser tão pequenino e frágil.
www.maedemoleque.com

1ª coisa que aprendi: minha vida não é mais minha, é sua, filho! Até você estar pronto para viver as coisas sozinho, mamãe vai estar com você!
Depois que entendi isso, tudo ficou mais fácil! E eu pude, enfim, viver as doçuras da maternidade!
Era divertido dar banho, trocar roupinha.... e eu ficava por horas olhando aquele belisquinho de gente ganhar peso e ter bochechas gordinhas!

2ª coisa que aprendi: nem sempre serei suficiente para resolver os problemas dos meus filhos, precisei de fórmulas enlatadas para alimentar e fortalecer a saúde do meu pequenino.
Eu cuidava, olhava, respirava o meu filho. Morria de cansaço, de sono... mas não queria que ninguém tocasse nele, nem o pegasse no colo... ele era meu!

3ª coisa que aprendi: outras pessoas também podem amar e cuidar do meu filho e eu preciso ser grata a elas.
Pedrinho foi crescendo e se desenvolvendo cheio de fofura!!!!
O tempo foi passando, completou seu primeiro aninho, mas meu sonho de grávida ainda não se realizara (ouvir me chamar de mãe).
Ele brincava, sorria, mas não falava.... Ouvi me chamar de mãe aos 3 anos, depois de sua irmã mais nova.

4ª e talvez a mais importante de todas as coisas que aprendi: o tempo das coisas. Pedro domou minha ansiedade, me mostrou que antecipar as coisas mentalmente causa sofrimento e frustração; me mostrou que era preciso viver cada dia de uma vez e aguardar o momento certo de cada acontecimento.

Depois disso eu aprendi a rir mais das coisas e levar uma vida mais leve.
Aprendi que dar banho no bebê no chuveiro é mais divertido do que dar na banheira.
Aprendi que não precisa aquecer o leite para preparar a mamadeira.
Aprendi que deixar chorar até calar é a maior crueldade que se pode fazer a uma criança.
Aprendi a colocar uma roupa extra para mim na sacola do bebê.
Aprendi a nunca mais sair sem levar uma lanchinho e uma garrafinha de água (NUNCA!)
Aprendi que dividir a cama só com o marido era pouco e que nossa cama agora cabem 4 pessoas e é muito gostoso!!!
Aprendi que não estou mais sozinha, nem no banheiro (xixi com plateia)
Aprendi a cozinhar com menos açúcar, menos gordura, menos sal...
Aprendi que minha mãe estava certa.
Aprendi a falar com Deus e a agradecer a Ele.
Aprendi que meus filhos não são meus!
Aprendi que a vida é um grande presente, um livro em branco onde devemos preencher as páginas de coisas boas, de pessoas queridas e momentos simples e únicos!
Aprendi que o dinheiro, por mais importante e necessário, não é a coisa mais valiosa do mundo e que eu não preciso perder a minha vida para ter dinheiro. E que as coisas que mais gosto, não trocaria por dinheiro nenhum do mundo.
Aprendi a AMAR.

Bjs
+Dali Valentim


E ela ama....parabéns para todas as mamães e em especial para todas mamães especiais!
 

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Dizem que é agora que damos valor a tudo e mais um pouco do que a nossa mãe já nos disse. E é exatamente assim.
    Amo posts que falam dessa sensibilidade, desses sentimentos. Que não são poucos, falando nisso. Eu amo!

    ResponderExcluir
  2. Lindo né..eu tbe amo...maternidade real sem firula...vivendo intensamente <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...