Festinha infantil, e agora?


Karina Colunista Blog Mãe de moleque
A decisão de participar das festinhas infantis é muito delicada, às vezes é um estresse tão grande estar em um lugar cheio de comidas proibidas para uma criança alérgica que prefiro não ir, principalmente se não tenho intimidade com a mãe da criança e com os convidados.
Nós mamães, sabemos como é difícil dizer aos nossos pequenos que eles não podem comer o que as outras crianças comem, e no caso do Dante, que ele não poderia brincar com as crianças se elas estivessem lambuzadas de maionese ou chocolate, porque ele reage a traços inclusive de contato.
Confesso que muitas vezes fiquei chateada quando ouvi comentários dizendo que isso era frescura ou que eu era exagerada, que ele precisava criar imunidade...
Mas como não podemos colocar nossos filhos em uma redoma, vamos lá socializar, dentro da medida do possível!
Quando recebemos um convite de algum amiguinho novo, uns dias antes da festa entro em contato com a mãe do aniversariante, explico que o Dante é alérgico e pergunto o cardápio e se ela se importa que eu leve a alimentação dele. No início foi mais difícil, inclusive pra mim, que tinha que explicar que só um pouquinho também fazia mal e que só dele ter contato com determinados alimentos já reagia e poderia ter edema de glote, mas no geral as mães aceitam numa boa a idéia da lancheira e muitas até se compadecem e oferecem pra fazer os quitutes.

No dia da festa, antes de sair de casa, preparo a lancheira junto com eles, mostro o que estou levando, explico que já falei com a mãe da criança e que terão as mesmas coisas na festa, mas que eles devem sempre me procurar antes de comer ou aceitar qualquer comida.
Dante -Arquivo pessoal Karina

Quando chegamos à festa, procuro imediatamente a mãe do aniversariante e pergunto sobre o serviço, como serão servidos os lanches, os salgados, a hora do parabéns e geralmente combino com ela de não servir o Dante. Caso seja um Buffet, peço a dona da festa que me apresente à pessoa responsável pelo serviço, mostro o Dante explico toda a situação e peço que ele não seja servido, em hipótese alguma durante a festa. 

Ahhh uma coisa muito importante! Se os meus filhos são convidados para a festa, eu fico na festa, mesmo que seja uma festa só pra crianças, deixo bem claro pra mãe lá naquele primeiro contato, que pra segurança dos meus filhos e pra tranqüilidade dela, eu ficarei na festa.

Logo que descobrimos a alergia, principalmente do Dante, ganhei um livro de uma amiga muito querida, chamado “Viva sem Alergia” – Alice Sherwood –Publifolha, este livro tem mais de 100 receitas com substituições para leite, ovos e glutem, além de um pequeno manual de etiqueta para alérgicos e mães de alérgicos que me ajudou muito.
Receita:
Pão de queijo sem queijo ( Pão de mandioquinha)
Ingredientes:
200g de polvilho azedo
Pão de queijo sem queijo
300g de polvillho doce
150ml de azeite de oliva
500g de mandioquinha (cozida e espremida)
1/3 de xícara de água
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de orégano, alecrim, manjericão ou açafrão da terra (para ficar mais amarelinho)
Modo de preparo
Misture o polvilho doce, o azedo, sal, ervas e óleo em uma tigela grande. Acrescente o purê de mandioquinha e, aos poucos, vá adicionando a água. Misture a massa até ficar homogênea. Faça os pães do tamanho e formato que desejar. Preaqueça o forno (10 minutos) a 180ºC. Sem untar a forma, coloque os pães em uma assadeira e deixe no forno por 20 a 25 minutos, dependendo do forno. Se necessário, após estes 20 minutos, aumente um pouco o forno (por volta dos 205 C) para dourar um pouco, por cerca de 15 minutos.

Beijos

Karina

2 comentários:

  1. O meu Biel foi alérgico durante a amamentação, e eu tive que retirar tudo da minha alimentação, pois saía sangue no cocô dele e ele gritava de cólicas a qualquer coisa "proibida" que eu comia e ia para ele pelo leite. Mas graças a Deus, parou por aí. Hoje ele não tem alergia alimentar.
    Não consigo imaginar a dificuldade de ter que dizer "não" e ainda ter que encontrar mães que não entendem a gravidade da situação.

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que a alergia do seu filho passou! 😊

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.