Lição de férias



Ooo mães!!!

Como está sendo o restinho de férias da molecada?
Quem me acompanha na rede sabe, que anda tenso as coisas essa tal  de lição de férias, ainda bem que tenho uma colunista atenta e sempre pronta em nos  pra ajudar !
Vem ler, td começou num e-mail e virou um texto rsrs

Em 26 de jul de 2017 10:47 AM, "Nilva Moraes" escreveu:
Olha, você não está sozinha, meu neto não gosta muito de estudar, pra fazer tarefa era um problemão, a única saída que os pais acharam foi colocar em uma escola integral. Ele, graças a Deus, até que gosta de ir, mas não vai tão bem na escola . Acho tão difícil essa situação.. .Mas quem sabe vai melhorando com o tempo. O meu​ neto também gosta muito do celular, até o menor.
Bjs! 


Em 25 de jul de 2017 8:22 PM, "Mãe de Moleque" <maedemoleque@gmail.com> escreveu:
Boa noite

Ahhh minha amiga meu pre adolescente anda meio às turras com os estudos :/
Td por causa do vídeo game. Mas férias em passadas não deixei ele ser criança rsrs assim ele disse... que férias é pra descansar.
Aí nesta deixei 20 dias ele escolher que queria e 20 dias jogou, uma luta pra passear e fazer outras coisas.
Agora disse que não quer voltar pra escola 😳😳
Mas tenho fé que logo entra nos eixos rsrs
Obrigada pelas dicas
Bjs


As tais lições de férias...

Você é a favor ou contra?

"Depois de 20 dias de férias...fazer a lição de férias não está nada fácil por aqui, anda bem adolescente, resmungando, choros...", assim, disse uma mãe. 

Logo pensei... esta mãe não está sozinha! Pude sentir o drama da minha nora com o meu neto, com essas famosas tarefas de férias, que, a meu ver, nem deveriam existir. Se as escolas temem que seus alunos esqueçam os conteúdos trabalhados, melhor seria deixar as duas primeiras semanas do semestre para revisarem/ reforçarem esses conteúdos.  

E...se os alunos realmente esquecerem, foi porque não aprenderam bem. Mas férias são férias.  É o momento que todos precisam "recarregar as baterias", vamos assim dizer, para começar uma nova etapa, renovados e descansados.

arquivo pessoal Nilva

arquivo pessoal Nilva


arquivo pessoal Nilva

E, ainda, é outro "clima", muitas crianças viajam, estão fora de casa, então, elas querem descansar, divertir, fazer outras coisas. Por isso, há pouca chance de obterem um resultado satisfatório desses trabalhos. 
No entanto...como meu neto tinha levado tantas tarefas para fazer...eu, como avó, ex-professora, que mora longe dele, e não o acompanho de perto, estava bem disposta a colaborar, no que fosse possível, contando com a minha experiência e prática. 

Mas...infelizmente...rsrsrs, não é caso de rir... foi em vão. Não foi possível...não consegui animá- lo...Incentivei...mas nada...Ele não gosta bem de fazer nem as tarefas de casa, imagine de férias!! Então, para não desagradá - lo, preferi deixar o caso nas mãos da mãe. " Santo de casa não faz milagres mesmo". 

Poderia e queria muito ajudá- lo...se ele estivesse disposto...pensei...vou lhe pedir  para ler...escrever histórias e tal...coisa de professora...queria poder sentir/ perceber/poder avaliá- lo melhor, como está a sua leitura, a sua escrita, a sua imaginação, o seu desenvolvimento...

Queria muito tentar estimular o seu gosto pela leitura e escrita, porque sei da importância dessas habilidades para o aprendizado de todas as outras disciplinas.  Tentei...falei com ele, mas não consegui que mudasse de ideia mesmo. 

Mas...a grande verdade é que  este estímulo não acontece de um dia para o outro. E, com certeza, não é em todos os casos... mas começa, a meu ver, no primeiro ano de escola, ainda no maternal. Se não houve esse estímulo proposto pela escola, com uma pequena tarefinha, apenas, para ter uma rotina; ou pelos pais mesmo, desde o começo, dificilmente, a criança desenvolverá este gosto e este hábito. Assim, eu penso. 

Nas próximas férias, espero poder planejar melhor para realizar atividades lúdicas e de aprendizado com o meu neto. Nem que sejam brincadeiras com comandos, tipo gincana, com execução de tarefas escritas, para poder levá- lo a ler ou escrever, para cumprir algumas metas lúdicas, com objetivo de aprender Língua Portuguesa, ou com probleminhas para aprender Matemática.  

Pensando bem, criar um ritmo para as lições de casa, leituras e escritas depende muito dos estímulos da vida moderna de cada família. Internet e alguns tipos de brinquedos - estímulos demais - estão tirando o foco das crianças para os estudos. Agora, as atividades com comandos podem ser promovidas até nos finais de tarde ou finais de semana pelos pais. Pensem nisso! Com períodos curtos de tarefas...mas com objetivo. 

Enfim....Boa sorte! 

Veja as dicas dos especialistas para que a lição de casa deixe de ser um problema:

*Faça um cronograma de atividades em casa; estabelecendo horários para tudo,   para a criança ter uma rotina. Fez isso, isso, isso, tal hora é horário das tarefas de casa. Sempre no mesmo horário.

*Evitar que fique muito exposta a vídeos, ou seja, a tantos estímulos dessa natureza. 

*Ter também uma agenda na escola; 

*Ter paciência;

*Colocar limites e regras;

*Reforçar/ elogiar a criança sempre que realizar uma tarefa. Ter uma lousa pequena e desenhar estrelinhas, sempre que ela fizer a tarefa com capricho, pode ajudar.

*Orientar a criança a tirar as dúvidas em sala de aula e questionar o professor sempre que não entender algo.

*Conversar com o professor ou orientador da escola sobre uma tarefa que tenha sido muito difícil para seu filho.

*Se a criança ainda estiver em período de alfabetização, leia bons livros para ela.  Um jeito divertido de estimular a leitura: você lê um trecho, ela lê outro.

*Não repreenda o seu filho por causa de erros ortográficos, é normal durante os primeiros anos do ensino fundamental.

*Você deve ajudar a criança a encontrar a resposta correta, e não realizar a tarefa inteira no lugar dela.

*Tente fazer com que a lição seja um momento prazeroso, e não de brigas ou discussões.

*Mostrar o seu interesse quando surgir dúvidas nas matérias e convide a criança a achar a resposta junto com você.

*Ajudar no desenvolvimento da autonomia, deixando que ela também realize os deveres de casa sozinha, mas esteja sempre por perto se ela necessitar de ajuda.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.