Alotriofagia- Desejo de comer coisas não convencionais



Sabe aquele desejo estranho na gravidez de comer tijolo, musgo rsrsr, não cheguei a tanto, mas na primeira gestação, fiquei enlouquecida atrás de caju ...

Assisti no TLC (TV a Cabo), alguns casos de pessoas que comem coisas bizarras, papel higiênico, mas esta aqui me deixou bem preocupada ela come ou comia sabão em pó, não sei se conseguiu parar, mas dá medo!!!
imagem da internet

Alotriofagia


A nosso Nutri Paula traz hoje informações sobre este assunto...vem ler!
nutripaulahanazono no instagram

Conhece o significado dessa palavra?

Esse termo é utilizado para descrever uma desordem alimentar também conhecida como Picamalácia, ou então pseudorexia, geomania entre outros termos.

Refere-se ao consumo e desejo por substancias estranhas e que não são consideradas alimentos.
Esse transtorno alimentar vem sendo estudado há décadas, há registros de relatos desde a civilização greco-romana. Hipócrates foi o primeiro autor a descrever esse transtorno. No ano 40 a.C. já havia sido documentado o uso de argila na cura de enfermidades, e também o desejo por substâncias não comestíveis durante a gestação.
Há uma grande dificuldade no diagnóstico da alotriofagia, isso acontece devido ao constrangimento das gestantes em relatar sobre o assunto.
Possíveis causas
Diversos estudos associam a alotriofagia a deficiências nutricionais na gestação, dentre elas a deficiência de ferro, vitamina A e zinco, também existem evidencias de fatores psicológicos relacionados a alterações hormonais, onde pequenas variações podem levar a um alto nível de estresse.

Quando isso se torna um problema?
A prática de ingerir substancias não alimentares pode trazer malefícios tanto a gestante quando ao bebê, levando ao parto prematuro, baixo peso ao nascer, perímetro encefálico reduzido, irritabilidade ou exposição do bebê a substancias químicas. Na gestante também podem acometer infecções parasitárias, toxoplasmose, síndrome hipertensiva, constipação, distensão abdominal, obstrução intestinal, etc.

Substâncias mais consumidas
Dentre as substancias mais consumidas estão:
Geofagia (ingestão de terra), Pagofagia (ingestão de gelo) e Amilofagia (ingestão de amido e farináceos), também existem outros itens como cabelo, palitos de fósforo, plástico, sabonete e muitos outros.

Precauções
No acompanhamento Pré Natal, muitas vezes, essa desordem alimentar pode ser considerada como uma alimentação extravagante e não como um problema de saúde. Contudo, trata-se de uma situação na qual a distinção entre os limites do que é normal ou patológico deve ser cuidadosamente avaliado, como forma de contribuir para redução mortalidade materna e saúde infantil.
Não deixe de contar ao seu médico ou nutricionista sobre os desejos e dúvidas que acercam, os profissionais da saúde estão prontos a ajudar a solucionar os problemas e não preocupados em te julgar. O mais importante é a sua saúde e do bebê que está por vir.


Bjs
Nutri Paula

PS. atendendo a pedidos ela esta montando um grupo de emagrecimento online. 

Desafio dos 30 dias



Algumas referências:
Bhatia MS, Kaur N. Pagophagia - a common but rarely reported form of pica. J Clin Diagn Res. 2014;8(1):195-6.
Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília (DF): Editora do Ministério da Saúde; 2012.

Um comentário:

  1. Minha maior vontade de comer algo na gravidez foi laranja. Já minha mãe de comer pombo, mas na assistir programas na TV com pessoas que comiam pedra,raiz do cabelo e outro que bebia gasolina.

    ResponderExcluir

Deixe seu recado, ficaremos felizes em responder

Tecnologia do Blogger.